Porque reciclar

Você tira o lixo de sua casa todos os dias, não é mesmo? Já experimentou reparar em quantas sacolas vão para o lixo quando você o tira de casa? E se você pesasse a quantidade? Bem, isso só em sua casa, mas imagine a população mundial inteira, quanto lixo não deve ser produzido por dia, não é mesmo? Essa é a razão para reciclar, porque os números da quantidade de lixo é assustador quando associado a uma grande escala, como o mundo todo. Os produtos industrializados e a ênfase que se dá em consumismo é uma das principais causas de tanto lixo assim, e isso certamente prejudica em alto grau o meio ambiente. Veja alguns dos tipos de lixo que são produzidos: Domésticos. São aqueles lixos que se baseiam em alimentos e seus restos, que jogamos por um motivo ou outro. Industrial. Lixos químicos, carvão, fumaça, entre outros, são altamente prejudiciais ao meio ambiente. Agrícola. Fertilizantes, estercos, entre outros que são usados em meios de produção agrícolas. Lixo hospitalar, materiais radioativos, materiais tecnológicos, entre outros tem lotado muitos dos chamados lixões que há por ai, e por essa razão é fundamental dar um fim diferente a esse tipo de coisa, e isso é possível através da reciclagem. Algumas das vantagens de se reciclar papel por exemplo, é que a cada cinquenta quilos de papel reciclado uma árvore é poupada de ser cortada, ajudando a preservar a espécie. E quantos papéis nós jogamos, não é mesmo?
Com um quilo de vidro quebrado é possível fazer um quilo de vidro novo, e o mais legal é que o vidro é um dos materiais que pode ser reciclado infinitas vezes. Entre muitas outras coisas que pode ser recicladas, abre-se um leque de benefícios, como por exemplo a economia de energia, menos poluição de ar, água do solo, melhora a limpeza da cidade e a qualidade de vida da mesma, diminuí o desperdício, gera empregos e oportunidades, e preserva a natureza de uma forma correta, além de garantir o bem estar e a saúde das próximas gerações. Quer motivos mais importantes que esses para fazer reciclagem?

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *